Diagnóstico precoce e prognóstico da Artrite Reumatóide

 

O fator reumatóide (FR) tem sido usado como marcador de Artrite reimatóide há mais de meio século, entretanto tem uma especificidade muito baixa (59 a 65%), pois pode ser encontrado em diversas outras doenças reumáticas auto-imunes, doenças infecciosas,neoplásicas e mesmo em uma considerável fração de indivíduos sadios (1,3). Ademais, o FR é detectado em somente 33% dos pacientes que se encontram na fase inicial da doença. Recentemente foi descoberto os anticorpos anti CCP que possuem melhor utilidade na discriminação de pacientes com AR. 
 
 A sensibilidade é comparável ao FR, porém com uma especificidade de 96%. Em literatura recente, aproximadamente 70% dos pacientes com AR são positivos para anti CCP(2). Uma análise global de diversos estudos com pacientes europeus e norte-americanos evidenciou sensibilidade de 78% e especificidade de 96% para os anticorpos anti-CCP contra sensibilidade de 74% e especificidade de 65% para o FR IgM. Ademais, vários estudos têm demonstrado que os anticorpos anti-CCP ocorrem precocemente no curso da doença, podendo até mesmo preceder a eclosão clínica da mesma (4,5,6). A associação dos dois testes, FR + Anti CCP aumenta a sensibilidade e a especificidade no diagnóstico da AR.

Fone: (49) 3433-2900
Rua Celestino do Nascimento, nº 418
Centro - Xanxerê / SC

Fone: (49) 3445-5921
Rua Padre João Smedt, nº 1345
Centro – Abelardo Luz / SC

contato@laboratorioxanxere.com.br